Roteiro vegano de 3 dias em Montevideo no Uruguai

Compartilhar isso

ciudad vieja (7) realinhada

O Uruguai tem se destacado pela sua política. Segundo o Lonely Planet é um dos melhores destinos de viagem para 2016. E já foi eleito um dos destinos mais éticos pela Ethical Traveller. Nossos amigos Bia e Gustavo decidiram morar em Montevideo ano passado (e foram!), e esse ano tivemos a oportunidade de visitá-los e aproveitar para conhecer 3 cidades no Uruguai (além da capital, Colônia del Sacrameto e Punta del Este). Ainda fomos recebidos com os pulos dos dois cachorrinhos mais fofos e inteligentes, a Tulipa e o Jimi; e uma pizza vegana típica uruguaia (lá a pizza comum só leva um molho bem preparado de tomate e temperos, em uma massa que costuma não ter nada de origem animal. Fica uma delícia de tão simples!). Encontramos um país de custo elevado, mas com grande qualidade de vida, ruas tranquilas e muito arborizadas. Não nos deparamos com animais abandonados nas ruas e uma oferta vegetariana e vegana que nos deixou felizes. Deixamos aqui abaixo nossas descobertas em Montevideo para vocês. Nos dois próximos artigos, falaremos das visitas a Colonia del Sacramento e Punta Del Este, então acompanhem.

O QUE FIZEMOS:

  • Ciudad Vieja

Esse é o bairro histórico de Montevideo. É onde estão as praças e prédios antigos, os museus e teatros. Próximo a Plaza da Independencia, é um bom lugar para trocar dinheiro.

ciudad vieja (6)

Edifício da década de 20 na Plaza Independencia

ciudad vieja (5)

Teatro Solis e uns cupcakes veganos na mão.

ciudad vieja (10)

Plaza de la Constitucion, a praça mais antiga em pleno verão.

_DSC0747

Museu Andes 1972, tragédia e milagre nos Andes. A Dani é aficcionada por essa história da Sociedade da Neve (auto organização, auto controle, superação…), e lá tem objetos originais. A entrada é 25 reais.

ciudad vieja (3)

Museu Andes 1972, tragédia e milagre nos Andes. O mais emocionante foi ver as cartas que eles escreveram enquanto estavam nos Andes.

  • Feira Tristán Narvaja

Ela ocorre há 100 anos todos os domingos até as 15h na rua Tristán. Tem antiguidades, livros, coisas usadas, frutas… muito infelizmente uma ou outra barraca vendendo animais em gaiolas. Nós andamos pela feira e aproveitamos para comprar muitos saquinhos de chips de bananas, batatas e amendoíns, que sempre buscamos ter para a fome não apertar entre as refeições, e também durante as viagens para outra cidade. E compramos damasco fresco para experimentar, que lá o preço é bem em conta. É onde vimos as coisas mais em conta. Engraçado que no Uruguai não se costuma ver barraquinhas nas ruas vendendo coisas a não ser quando tem feira mesmo.

_DSC0571

  • Parque Rodó

Se você estiver por perto, é um lugar gostoso para caminhar. É bem grande: tem lago com pedalinhos, tem parque de diversão, tem feira aos domingos…

parque rodo (5) tratada

 

parque rodo (4)

parque rodo (3)

parque rodo (2)

parque rodo (1)

  • Rambla e letreiro

Aqui os uruguais ficam na praia (que é o Rio de la Plata), caminham pelo calçadão e tomam mate vendo o pôr do sol.

DCIM100GOPROGOPR3594.

Felizinhos.

DCIM100GOPROGOPR3600.

 

DCIM100GOPROGOPR3601.

IMG_20160102_201614

  • Andar pelas ruas dos bairros e curtir os detalhes
ciudad vieja (13)

Agora vocês sabem quem é a Tulipa! Mas conhecidade como Tutu ou Tulipinha-sua-fofa-vem-ca-que-vou-te-apertar.

ciudad vieja (11)

No começo de janeiro Montevideo fica com ruas vazias!

ciudad vieja (12)

Deixa eu ajeitar meu cabelinho.

ciudad vieja (8)

*_*

ciudad vieja (1)

Monstros SA

ciudad vieja (2)

 

O QUE COMEMOS:

  • Legumes refogamos no La Fonda bem dentro da Ciudad Vieja

O La Fonda é um restaurante bem charmoso. É orgânico e não é vegetariano, mas tem sempre o menu vegano do dia. Nesse dia foi cus cuz, salada verde e legumes refogados. Quando a atendente explicou o menu, nós não colocamos muita fé, ainda mais que esse restaurante não é dos mais baratos. Mas quando provamos, foi surpreendente e valeu muito a pena. Nunca comemos legumes tão bem preparados. Lembrado também que eram orgânicos. O sabor estava incrível. ENDEREÇO: Perez Castellano 11000 CUSTO MÉDIO: 420 pesos por pessoa

comida (5)

comida (12)

Encontre o vinil Cabeça Dinossauro.

  • Torta e cupcake no Love Vegan Food perto da praça da Independencia na Ciudad Vieja (FECHOU)

Esse é o segundo restaurante totalmente vegano de Montevideo. O primeiro e mais antigo é o La Papas, mas estava fechado de férias nessa primeira semana de janeiro. Tinha dois ou três pratos do dia, e como o (s) outro (s) era relacionado a legumes e nós já havíamos comido algo assim no dia anterior no La Fonda ficamos com a torta de soja, por mais que soja texturizada não era o que mais gostaríamos de comer em um restaurante vegano em viagem. A torta estava gostosa, mas comum, além de um pouco seca pro nosso paladar. Pedimos molho de pimenta. Sal e temperos não ficam a disposição na mesa no Uruguai por uma determinação na lei visando hábitos mais saudáveis (ou ao menos não facilitando hábitos ruins). Depois pedimos cupcakes de amêndoas e de chocolate. Deliciosos!!! ENDEREÇO: Juan Carlos Gomez 1251 CUSTO MÉDIO: 80 pesos o prato por pessoacomida (6)

comida (1)

  • Hamburguer de beterraba no Vegan Wraps & Licuados no bairro de Pocitos

É mais um espacinho vegano novo em Montevideo. Ó o veganismo crescendo aí, gente! É pequeno, com cara de alternativo e informal. Tem burgers, chivito, cervejas artesanais uruguaias… Passamos rápido a noite só pra matar a fome, mas gostamos. Comemos burgers de beterraba e de grão de bico. ENDEREÇO: Lorenzo Perez 3010. CUSTO MÉDIO: 150 pesos por pessoa

IMG_20160104_205747

  • Chivito Vegano no Sabor Urbano em Pocitos a pouco menos de 1km do letreiro. (Jener Gomes avisou nos comentários que o estabelecimento fechou.)

O chivito é um sanduíche bem típico em Montevideo. A gente sempre procura lugares que ofereçam releituras veganas de rangos regionais. Nós simplesmente amamos esse! Ele tem bife vegetal (não lembro se é algo de soja ou gluten), tofu na chapa e várias outras coisas. Lembra muito os podrões ou x-tudões que tem nas barraquinhas do Rio. O Sabor Urbano é uma lanchonete assim mesmo, bem cara de lanchonete de rodoviária. XD E o cardápio tem muitas opções de lanches. É ovolacto, mas com as opções veganas sinalizadas. ENDEREÇO: 26 de Marzo 1399 esq. L. Perez CUSTO MÉDIO: 225 pesos por pessoa

comida (3)

DESCOBERTAS VEGANAS EXTRAS:

  • La Molienda

Essa loja vegetariana fica em 3 endereços por Montevideo. É linda e te cafeteria com várias opções veganas, incluindo leite de amêndoas. OS 3 ENDEREÇOS:  Ejido 1439 esquina Mercedes. / Sarandí 482 esquina Treinta y Tres. / 18 de Julio 890 esq. Convención.

comida (16)

comida (15)

  • La Vegetariana

O La Vegetariana ficava na esquina de onde estávamos. Mas por estar fechado nas duas ocasiões que tentamos ir lá, acabamos não provando. O restaurante é buffet, mas de qualquer forma não foi muito bem recomendado. Duas pessoas falaram que a comida de lá é muito sem graça e sem gosto.

comida (2)

 

E NÃO É SÓ ISSO!

Há alguns restaurantes que foram muito recomendamos, mas que estavam fechados de recesso nesse período de começo de ano em que estávamos lá. É o primeiro vegano de Montevideo, o La Papa (Av Gonzalo Ramirez 1972), e os vegetarianos Samsara (Zabala 1316)  e Namaste (Boulevard Artigas 1176).

O que acharam? Gostaram das dicas? Tem mais dicas de lá pra compartilhar com a gente? Posta as suas nos comentários! No nosso instagram tem mais fotos da viagem. Aqui no blog tem mais roteiros veganos de outros destinos. E ess viagem ao Uruguai continua! Em breve lançaremos as dicas em Colônia del Sacramento e em Punta Del Este! Até a próxima e obrigada por estarem conosco!

 

7 Comments

  1. Que lindooooooos! Amei as dicas e as fotos, Cabelinho novo da Dani ta lindo, o da Tulipa é um charme tbm!
    :*

  2. Dani e Tiago

    01/15/2016 at 12:12 am

    <3

  3. Vou passar a semana em montevideo aproveitando essas dicas!

  4. Oi, tudo bem?
    Vocês recomendam algum bairro pra ficar em Montevideo?
    Existem alguma pousada vegan ou algo assim por lá?

    Obrigado pelas informações. Quando fomos para o Chile ajudou bastante o que vimos aqui.

  5. Dani e Tiago

    04/05/2016 at 7:36 pm

    Oi, Mario. Os bairros de Pocitos e o de Punta Carretas são ótimos para se hospedar, pois são tranquilos de caminhar de dia e de noite, tem a rambla, shopping, o parque rodo, e ficam a poucos minutos de ônibus do centro e ciudad vieja. La nao tivemos conhecimento de nenhum hotel veg, mas vimos q pode ser uma boa ficar em algum estudio pelo Airbnb.

    Ficamos felizes que o artigo do Chile tenha sido proveitoso.

    Grande abraço!

  6. Obrigada gente! Estou querendo ir em setembro e já estava preocupada se teria opção para eu me alimentar, com essas dicas, fiquei tranquila. Já posso me programar! Fora que o roteiro foi lindo <3

  7. Jener Gomes

    10/23/2016 at 1:34 pm

    Oi, estou pesquisando onde comer em Montevidéu e infelizmente descobri que o Sabor Urbano também foi fechado.

    Agradeço pelas dicas!!
    Tentarei ir nos lugares centrais. Por ora selecionei os La Molienda e o Samsara.

    Eu fui no La Vegetariana, em especial por ser bufê (o que prefiro mil vezes), e não gostei. É um daqueles restaurantes que simplesmente é vegetariano, sem se preocupar em fazer uma comida gostosa ou interessante.
    Recordo que o arroz estava numa pequena tigela no bufê frio… deduzi que arroz é algo exótico e não faz parte da culinária local.
    Havia algo de estranho no funcionamento, sem cartazes ou avisos precisei perguntar, e para quem quer comer pagando por quilo é preciso usar um prato de poliestireno – o que é bem estranho, em diversos sentidos.

    Um abraço!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.